Home Património CASTELOLOGIA DE FELGUEIRAS ESTEVE EM DEBATE NA BIBLIOTECA MUNICIPAL
CASTELOLOGIA DE FELGUEIRAS ESTEVE EM DEBATE NA BIBLIOTECA MUNICIPAL
0

CASTELOLOGIA DE FELGUEIRAS ESTEVE EM DEBATE NA BIBLIOTECA MUNICIPAL

0
0

Ciclo de Conferências “Arqueologia em Terras de Sousa e Tâmega”

Arqueologia volta a estar em destaque a 24 de novembro e 15 de dezembro

O Ciclo de Conferências “Arqueologia em Terras de Sousa e Tâmega” voltou após uma pausa de verão. A primeira conferência desta nova temporada decorreu este sábado à tarde, na Biblioteca Municipal de Felgueiras. António Manuel Lima foi o orador convidado num debate subordinado ao tema “A defesa de um espaço de fronteira diocesana: Castelologia de Felgueiras e área envolvente”.

Através do cruzamento dos dados documentais com os de índole arqueológica, o arqueólogo procurou perceber em que medida o facto de o atual território do concelho de Felgueiras ser atravessado pela linha de fronteira entre as dioceses de Bracara e Portucale ao longo de todo o período a que se convencionou chamar “Reconquista Cristã” poderá ter influenciado (ou não) as estratégias de defesa local e regional.

Recorde-se que o Ciclo de Conferências “Arqueologia em Terras de Sousa e Tâmega” teve início em março deste ano. Até julho, seis conferências trouxeram a diferentes locais do concelho temáticas que fazem parte da História de todos. O Município de Felgueiras, através dos seus Serviços de Património Cultural, retomou agora estas sessões com o intuito de promover o debate e o conhecimento junto da população em geral e junto dos interessados e estudiosos destas temáticas.

A 24 de novembro, a Biblioteca Municipal acolherá a conferência “Comunidade e património arqueológico: cumplicidade na preservação de memórias” e, a 15 de dezembro, acolherá a conferência “Cale e os Callaici: um lugar e um povo nas encruzilhadas da história”, cujos debates serão conduzidos, respetivamente, por Paula Menino Homem e António Manuel Silva.

Quem é António Manuel Lima? É licenciado em História, variante Arqueologia, pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (1988) e Mestre em Arqueologia pela mesma Universidade (1994), na qual defendeu uma dissertação orientada pelo Prof. Doutor Carlos Alberto Ferreira de Almeida e subordinada ao tema “Castelos Medievais do Curso Terminal do Douro (séc. IX – XII).

Desde 1997, exerce funções na Estação Arqueológica do Freixo / Direção Regional de Cultura do Norte, tendo assumido, em 2014, o cargo de Coordenador do serviço e investigador responsável pelo estudo de Tongobriga / Santa Maria do Freixo, Monumento Nacional.

tags: