Home Educação Centro de Educação Ambiental Casa das Videiras abriu no início de dezembro em Lousada
Centro de Educação Ambiental Casa das Videiras abriu no início de dezembro em Lousada
0

Centro de Educação Ambiental Casa das Videiras abriu no início de dezembro em Lousada

0
0

Abertura oficial realizou-se no dia 5 de dezembro

Centro de Educação Ambiental Casa das Videiras

Está aberta, oficialmente, desde o passado dia 5 de dezembro, o Centro de Educação Ambiental Casa das Videiras.

O Presidente da Câmara Municipal, Dr. Pedro Machado, destacou que “quando o Parque Urbano começou a ser construído, foi decidido que a velha casinha existente no local deveria ser preservada como fator de identidade. Aliás, até mesmo a designação é mantida – Casa das Videiras. Este é o primeiro espaço do género edificado em Lousada”.

Para o Dr. Pedro Machado “a abertura das Casa das Videiras insere-se numa estratégia mais lata, onde Lousada assume os temas ambientais como fundamentais para o desenvolvimento local”.

O Presidente da Câmara Municipal adiantou que outros projetos estão a ser finalizados, como o Centro de Interpretação do Rio Mezio, resultante da recuperação do Moinho da Tapada, em Casais, que foi uma das propostas vencedoras do Orçamento Participativo Jovem. Um outro espaço relativo à integração da cultura local com a educação ambiental é a Mata de Vilar, um carvalhal com uma extensão de 14 hectares, onde vai funcionar um espaço de interpretação ambiental. Na freguesia de Pias vai ser possível visitar e conhecer melhor os moinhos lá existentes, através da visita ao futuro Parque Molinológico.

O Vereador do Ambiente, Dr. Manuel Nunes, acrescentou que “no Centro de Educação Ambiental Casa das Videiras vai funcionar, em paralelo, um espaço de laboratório e um outro de multiuso com o auditório, onde a população em geral mas, principalmente os mais novos, vão ter a oportunidade de aprender mais sobre os temas ambientais e a biodiversidade local”.

A Casa das Videiras – Centro de Educação Ambiental, resulta de um investimento de 180 mil euros financiado em 85% pelo Norte2020 e FEDER.

Casa das Videiras transformada em Centro de Educação Ambiental

Na candidatura apresentada para a transformação da Casa das Videiras num Centro de Educação Ambiental esteve patente a ideia de unir espaços urbanos que perderam continuidade entre si, e que têm potencialidade para ser usados como espaços verdes e/ou como espaços de recreio. Este conjunto é seguramente potenciador da coesão social, desempenhando um importante papel na ocupação dos tempos livres das pessoas, sendo uma ferramenta que permite a interligação da paisagem social e o diálogo intergeracional.

O Centro de Educação Ambiental permite que o Município passe a ter um espaço físico de vocação lúdico-didática orientado para a realização de atividades de educação ambiental formal e informal, com o intuito de promover a proteção do meio ambiente e a sua valorização junto da comunidade, passando a proporcionar formação em matéria de ambiente e conservação da natureza a agentes educativos e aos estudantes.

Outros pontos tidos em consideração passam pela disponibilização de recursos informativos de caráter ambiental com vista à promoção de projetos e desenvolvimento de atividades de educação ambiental centrados na comunidade local, bem como o desenvolvimento de atividades de sensibilização e de contacto com a natureza e de interpretação do património natural e histórico-cultural.

Delinear e implementar projetos e eventos relacionados com a educação para o ambiente e para a cidadania participativa nas mais diversas áreas ambientais, promover o intercâmbio científico, técnico e cultural entre espaços similares e demais entidades com vocação semelhante, desenvolvendo projetos inovadores, participar em redes nacionais e internacionais da educação para o desenvolvimento sustentável e incentivos à concretização de projetos que promovam a educação para a cidadania são outros dos objetivos da remodelada Casa das Videiras.

tags: