Home Sociedade CM DE CASTELO DE PAIVA ENTREGOU MEDALHAS DE MÉRITO MUNICIPAL
CM DE CASTELO DE PAIVA ENTREGOU MEDALHAS DE MÉRITO MUNICIPAL
0

CM DE CASTELO DE PAIVA ENTREGOU MEDALHAS DE MÉRITO MUNICIPAL

0
0

Contempladas colectividades e instituições que se distinguem na comunidade

  • Gonçalo Rocha destaca a importância de valorizar o que é da terra  

       A Câmara Municipal de Castelo de Paiva promoveu, na tarde do passado Sábado, no espaço Salão Nobre da autarquia, uma cerimónia pública de entrega de Medalhas de Mérito Municipal a diversas colectividades e instituições do concelho, um acto bastante participado

     Por proposta apresentada pelo Vereador da Cultura e do Desporto, José Manuel Carvalho, que mereceu unanimidade na reunião ordinária doExecutivo Municipal de 17 de Dezembro, foram  nesta sessão publica distinguidas com a Medalha de Mérito Municipal, a Associação Cultural e Recreativa de S. Martinho de Sardoura – Rancho Folclórico, com Grau Prata, o Grupo Desportivo e Cultural de Castelo de Paiva, a Santa Casa de Misericórdia de Castelo de Paiva – Lar Dr. Justino Strecht, Academia de Musica de Castelo de Paiva e Centro Social e Paroquial de Castelo de Paiva, todas com Grau Ouro.

     Nas propostas apresentadas ao Executivo Municipal, e segundo refere oRegulamento de Distinções Honorificas, regista-se um denominador comum, independentemente de se tratar de pessoas individuais ou colectivas, relevando actos e acções, de cujos actos resultou o aumento do prestígio do concelho e a melhoria das condições de vida da sua população local, conforme fez questão de evidenciar o VereadorJosé Manuel Carvalho na sua intervenção, onde justificou a razão e o merecimento destas atribuições, tendo em conta o notável trabalho que desenvolvem nas suas áreas de actuação junto da comunidade local.

     Para este responsável municipal, pretendeu-se gratificar e evidenciar o notável trabalho desenvolvido de forma meritória por estas instituições e associações, destacar o seu empenhamento e reconhecer o seu valor num momento nobre, onde se presta uma homenagem sentida a quem muito tem dado ao concelho.

     Era um imperativo reconhecer as instituições e as pessoas que trabalham e se dedicam a estes projectos, que abraçam a causa cívica e lutam pelo desenvolvimento da nossa terra na área social, recreativa e desportiva, realçou o vereador a este propósito, salientando depois, a capacidade do movimento associativo e a dedicação das pessoas à causa pública.

     O presidente da Assembleia Municipal, Gouveia Coelho, congratulou-se com esta decisão municipal, que considerou justa e oportuna, atendendo ao valor reconhecido e ao trabalho desenvolvido por estas instituições, deixando uma palavra de incentivo aos laureados e a quem os representa, referindo que, vale a pena viver para estas atitudes e gestos, sempre apontando um futuro com mais esperança.

                Para o presidente Gonçalo Rocha, “ era importante prestar este tributo, fazer esta homenagem e distinguir estas entidades, motivo que no enche de orgulho, num dia de grande júbilo para a nossa terra, porque importa valorizar o que é nosso, que é de Paiva, associando todos os que fazem parte desta bonita história que foi sendo construída ao longo dos anos “.

     O edil paivense realçou o valor desta gente que faz muito pela terra e pela comunidade, de forma abnegada, humanista, altruísta e com grande dedicação, considerando que estas instituições e colectividades merecem ser reconhecidas publicamente, porque são um pilar fundamental e um contributo valioso para a qualidade de vida dos paivenses, sublinhando que, feliz é uma terra que pode contar com gente desta grandeza, que dá muito de si pela sua terra e pela sua comunidade.

     Prestando homenagem a cada uma das instituições e associações distinguidas, o autarca de Castelo de Paiva deixou palavras de agradecimento e de esperança, congratulando-se com este momento festivo, referindo a importância de continua a manter a perseverança e a vontade de continuar a fazer o melhor pelo concelho, na certeza de que acima de tudo, interessa valorizar as pessoas, quem se dedica de “ alma e coração “ à terra e à comunidade.

                O Rancho Folclórico de S. Martinho, fundado em 21 de Novembro 1993, tem cumprido um importante papel na promoção da cultura e, consequentemente, no aumento do prestígio da freguesia de S. Martinho de Sardoura e do concelho de Castelo de Paiva, com a sua participação de Norte a Sul do País em variadas manifestações de cultura popular, em particular, em festivais de Folclore, estando a comemorar o seu 25.º Aniversário, apresentando-se como uma colectividade que tem marcado a cultura etnográfica do concelho de Castelo de Paiva pela intensa actividade que tem desenvolvido ao longo desses anos, como o comprovam a organização de 23 edições do “Festival de Folclore de S. Martinho”.

     Por outro lado, comemorou-se no passado dia 3 de Dezembro o 30.º Aniversário do “Lar Dr. Justino Strecht”, tratando-se indubitavelmente de uma das valências mais importantes da Santa Casa da Misericórdia de Castelo de Paiva, que já conta com mais de 60 anos de actividade no território municipal, actuando em várias frentes na área social.

     Importa recordar o relevante trabalho do ex-provedor Justino Strecht, e de todos aqueles que se esforçaram por criar o Lar de Idosos, traduzido sempre numa elevada taxa de ocupação e de bons serviços prestados, dando uma importante resposta social nos momentos de crise, de dificuldades e de sofrimento das famílias Paivenses, contribuindo assim para a melhoria das condições de vida da população do nosso concelho.

     A Academia de Música de Castelo de Paiva comemorou também, no ano transacto, o seu 30.º aniversário, salientando-se o trabalho notável e dedicado que foi desenvolvido nestas três décadas de actividade, sob a liderança exemplar do Professor Agostinho Vieira, enquanto Director Pedagógico da instituição, secundado por uma equipa de excelentes profissionais.

     O sucesso da Academia de Música de Castelo de Paiva tem-se traduzido num projecto de ensino perfeitamente consolidado, que tem projectado a imagem da instituição e do concelho além fronteiras, através da participação dos seus alunos em diversos eventos de qualidade reconhecida a nível mundial, um êxito que se tem traduzido, por um lado, na integração dos seus alunos em grandes projectos internacionais, e por outro lado, na organização de eventos culturais em Castelo de Paiva de elevado nível, como por exemplo, a “Academia Ibero Americana de Clarinete”, que já vai na 8ª edição.

            Já o “Centro Social e Paroquial de Sobrado”, inaugurado oficialmente em Dezembro de 1988, foi uma das primeiras instituições do concelho a nascer com o objectivo de desenvolver acções de solidariedade social no apoio à infância, contribuindo assim para a melhoria das condições de vida da população do nosso concelho, destacando-se na liderança da instituição durante muitos anos a acção do Reverendo Padre Alberto Laranjeira.

     Por fim, o Grupo Desportivo e Cultural de Castelo de Paiva, fundado em Novembro de 1987 por um grupo de paivenses, onde se incluía o actual presidente do clube Manuel Vieira, José Nunes e Justino Silva com o objectivo de promover a prática de actividades desportivas e culturais, tratando-se de uma colectividade, que evidencia grande dinamismo, com grande diversidade de modalidades cuja prática desportiva promove junto dos paivenses, desde yoga, karate, zumba, ciclismo e atletismo, sendo nesta ultima modalidade, que o Grupo Desportivo e Cultural de Castelo de Paiva tem atingido grande notoriedade, sendo hoje uma das colectividades mais conhecidas a nível nacional (são vários os atletas da colectividade com resultados de destaque a nível nacional), contando já com inúmeras participações em Campeonatos do Mundo e da Europa em corrida de montanha, promovendo também por esta via o prestígio do concelho além fronteiras.

Carlos Oliveira

Assessor de Imprensa

Gabinete de Imprensa e Relações Públicas