Home Saúde “Diálogos com a Neurologia”, – Encontro decorreu, na passada sexta-feira, no Museu Municipal de Penafiel
“Diálogos com a Neurologia”, – Encontro decorreu, na passada sexta-feira, no Museu Municipal de Penafiel
0

“Diálogos com a Neurologia”, – Encontro decorreu, na passada sexta-feira, no Museu Municipal de Penafiel

0
0

“Diálogos com a Neurologia” salientam a importância do diagnóstico diferencial

Tremores ou movimentos involuntários? Tonturas ou vertigens? A origem é neurológica? Quais os tipos de demência? Causas traumáticas ou não traumáticas? Tratamento de sintomas ou é reversível? Foram algumas das questões levantadas no “”Diálogos com a Neurologia”, realizado na passada sexta-feira, no Museu de Municipal de Penafiel.

O encontro, organizado pelo Serviço de Neurologia do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), pretendeu juntar profissionais de saúde hospitalares e dos cuidados de saúde primários à volta da Neurologia.

A Neurologia dedica-se ao diagnóstico e tratamento das doenças do Sistema Nervoso e, “para que a Neurologia possa desempenhar o seu papel, é fundamental que todos os médicos estejam familiarizados com os grandes grupos de patologias neurológicas, bem como com as suas manifestações e formas de apresentação. Uma triagem eficaz garante uma observação em tempo útil, valorizando o papel de todos os profissionais”, explica a Comissão Organizadora.

A sessão de abertura, para além do Conselho de Administração do CHTS e da diretora do serviço de Neurologia, Carla Fraga, contou com a presença do neurologista José Barros, diretor clínico do Centro Hospitalar do Porto (CHP), e do internista José Martins, responsável pelo Centro de doenças de Epilepsias Refratárias do CHP.

O evento começou com uma breve apresentação do Serviço de Neurologia, tendo sido, ao longo do encontro, abordados temas relacionados com “Vertigem”, “Tremor”, “Doença Vascular Cerebral”, “Cognição”, “Perda de Conhecimento”, “Cefaleias” e “A enfermagem na consulta de Neurologia”.

Foram também apresentados projetos de cooperação dos Centros de Saúde na área da Neurologia, tais como “Proposta de consulta de desabituação de benzodiapinas” (USF Tempo de Cuidar Gandra), “Impacto da Esclerose Múltipla na Família” (USF Marco), e “Vigilância nos Cuidados de saúde Primários do doente com Esclerose Múltipla” (USF São Vicente).

tags: