Home Educação Jornadas da Educação em Lousada abordaram “Criatividade e inovação”
Jornadas da Educação em Lousada abordaram “Criatividade e inovação”
0

Jornadas da Educação em Lousada abordaram “Criatividade e inovação”

0
0

É através da educação que melhoramos o nosso concelho”

Realizaram-se na quinta e sexta-feira passadas as V Jornadas da Educação de Lousada, cujo mote foi “Criatividade e inovação nos contextos escolares”.

Na sessão de abertura esteve presente o Presidente da Câmara Municipal, Dr. Pedro Machado, que começou por destacar o facto de “esta ser uma maneira muito interessante de receber os professores que vão lecionar no concelho. A realização das Jornadas no início do ano letivo é importante para que os docentes se sintam integrados. Em Lousada temos a convicção que é através da educação que melhoramos o nosso concelho”.

A autarquia está atenta às dificuldades existentes e, nesse sentido, abriu concurso para assistentes operacionais. Vão iniciar funções 27 assistentes operacionais nos estabelecimentos de ensino, de imediato. Esta não será a situação ideal, mas certamente será uma grande ajuda para que as escolas funcionem melhor.

Uma outra medida que o Presidente da Câmara anunciou é relativa ao ”pagamento do valor dos passes para os alunos do ensino secundário que residam a mais de três quilómetros da escola e a redução no valor dos beneficiários de subsídio escolar”.

O Dr. Pedro Machado salientou ainda que “a autarquia viu aprovado o Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar, no âmbito de uma candidatura da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, tendo Lousada disponíveis cerca de 700 mil euros”.

Neste seguimento, o Município, em colaboração com os agrupamentos de escolas do concelho, vai implementar um conjunto significativo de atividades e ainda vai ser adquirido material para apetrechar as escolas do 1.º ciclo, como instrumentos musicais, equipamento laboratorial, jogos didáticos, material para programação e robótica, entre outros. Vão ser desenvolvidos projetos como Filosofia para Crianças, Iniciação à Programação/Robótica e ainda Oficinas de Teatro Escolar, de Animação, de Arte Pública, de Escrita Criativa, entre outros. As Aulas de Mandarim, gratuitas em horários pós letivo, vão continuar Para os alunos do pré-escolar, que frequentam o prolongamento de horário, regressam as aulas de atividade físico-desportiva.

O Prof. António Campos, Diretor do Centro de Formação de Associação de Escolas (CFAE) Sousa Nascente, salientou que “este ano letivo não será fácil, mas vai ser certamente ser muito desafiante, com o sucesso dos alunos como prémio. É com enorme agrado que o CFAE faz parte desta organização e, posso afirmar que, estamos já a pensar na próxima edição”.

Em nome dos diretores dos agrupamentos de escolas falou a Dra. Ernestina Sousa, Diretora do Agrupamento de Escolas Dr. Mário Fonseca, que destacou o facto de “em Lousada a educação estar acima de tudo. Os desafios são muitos e a complexidade aumenta a cada ano que passa, mas temos que estar preparados. Nesse sentido, penso que em Lousada estão criadas condições para tenhamos um bom ano letivo”.

Conferências e oficinas temáticas para professores

As Jornadas da Educação de Lousada são uma organização conjunta do CFAE Sousa Nascente e da Câmara Municipal de Lousada, com o apoio dos quatro Agrupamentos de Escolas do concelho.

No primeiro dia de trabalhos os temas abordados foram diversos. “Em tempos de mudança, reinventar a escola?”, foi o tema da intervenção do Dr. Rui Trindade Fernandes, Presidente do Conselho Científico-Pedagógico de Formação Contínua.

A palavra aos criativos – a criatividade aprende-se?” foi tema do primeiro painel, que teve como oradores André Neves, também conhecido por Maze, dos Dealema, Fernando Alvim, humorista e apresentador, e ainda Pedro Santo, produtor de conteúdos .

A tarde teve diversas Oficinas Temáticas, como a “Gamificação: quando a educação parece um jogo”, “CENTURIUM – Plataforma de Flexibilização Curricular”, “A ler vamos e Matiga- Matemática amiga”, “Espécies exóticas invasoras: da ameaça à pedagogia. Desafios de gestão e educação” e “Informat: jogos educativos para o 1.º CEB”. A apresentação do Centro Interpretativo da Rota do Românico e “Ténis: modalidade e/em formação” foram os temas das restantes oficinas.

Na sexta-feira, segundo dia das Jornadas da Educação, os trabalhos contaram com as presenças da Dra. Raquel Varela, historiadora e professora universitária, que abordou o tema “A escola ainda é um elevador social?” e o Dr. João Marques, do Agrupamento de Escolas José Saramago, de Palmela, que apresentou o tema “Criação de conhecimento através de ambientes digitais inovadores”. A intervenção seguinte foi protagonizada pela Dra. Lurdes Neves, psicóloga, sobre “Coaching como estratégia criativa aplicada ao ensino”.

A última intervenção esteve a cargo da Dra. Felisbela Lopes, professora da Universidade do Minho, que apresentou a reflexões “Os media podem estar na sala de aula?”.

tags: