Home Saúde Obras na maternidade vão tornar o Centros Hospitalar do Tâmega e Sousa mais atrativo para as mães
Obras na maternidade vão tornar o Centros Hospitalar do Tâmega e Sousa mais atrativo para as mães
0

Obras na maternidade vão tornar o Centros Hospitalar do Tâmega e Sousa mais atrativo para as mães

0
0

Projeto deverá estar concluído no próximo ano

“No próximo ano, com as obras na área materno-infantil concluídas, vamos poder competir com o melhor da hotelaria hospitalar nesta área”. O presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), Carlos Alberto, dava assim conta do projeto de remodelação do sexto piso do Hospital Padre Américo, onde estão instalados os serviços de Obstetrícia, Ginecologia e Pediatria. “Vamos ter quartos com uma ou duas camas, vamos criar condições para que as mulheres possam ter a companhia dos maridos, quando vêm ao hospital para ter os filhos”, revelou.

Carlos Alberto, que falava na sessão de abertura do VII Encontro GO – MGF, exortava, assim, a que se convidassem as mulheres que estão a pensar engravidar a encarar a maternidade do Hospital Padre Américo como um bom local para o fazer. “Nós temos excelentes profissionais e, a partir do próximo ano, vamos ter, também, excelentes instalações”.

O repto foi ouvido pelo presidente da Câmara Municipal de Paredes, Alexandre Almeida, que se comprometeu a, “em cada discurso de apelo ao investimento e fixação em Paredes, lembrar às mães que, com melhoria decorrente das obras, devem considerar o CHTS como o local certo para ter os seus bebés”.

No encontro, em que estiveram em debate as “Disfunções do Pavimento Pélvico”, ficou bem patente a “relação de verdadeira parceria” entre o hospital e os Cuidados de Saúde Primários da região. Uma ligação elogiada por todos os participantes na sessão de abertura do VII GO – MGF, que teve lugar na passada sexta-feira, na Casa da Cultura de Paredes, e que juntou especialistas de Ginecologia e Obstetrícia e de Medicina Geral e Familiar.

Sobre o projeto GO – MGF

O projeto GO – MGF foi criado em 2013 pelo Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Centro Hospitalar Tâmega e Sousa (CHTS), em colaboração com as direções de Internato de Medicina Geral e Familiar José da Paz e Jacinto Magalhães, com o objetivo de promover o contacto e articulação entre o CHTS e os cuidados de saúde primários.