Home Economia PROGRAMA “NORTE 2020“ APRESENTOU PROJECTOS PARA CASTELO DE PAIVA
PROGRAMA “NORTE 2020“ APRESENTOU PROJECTOS PARA CASTELO DE PAIVA
0

PROGRAMA “NORTE 2020“ APRESENTOU PROJECTOS PARA CASTELO DE PAIVA

0
0

Assegurado financiamento de mais de 2,5 milhões de euros

Sector do turismo dominou as candidaturas  

A Comissão Directiva do Norte 2020 e a Câmara Municipal de Castelo de Paiva de Paivapromoveram na passada sexta feira, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a cerimónia pública de Sessão de Lançamento dos projectos apoiados no âmbito do SI2E para o concelho de Castelo de Paiva, representando um financiamento de mais de
2,5 milhões de Euros a 28 micro e pequenas empresas do concelho, representativas de diferentes sectores como o turismo e as indústrias da metalomecânica e automóvel, um investimento que vai assegurar a criação de 75 postos de trabalho.

O apoio do programa NORTE 2020 surgiu no contexto dos prejuízos causados pelo terrível incêndio que atingiu o município em Outubro de 2017 e dirige-se, não só contratação de recursos, como também à aquisição de máquinas e equipamentos, renovação da componente informática, gestão de marcas e planos de marketing ou a pequenas obras de remodelação.

O Programa SI2E, específico para Castelo de Paiva, foi lançado no âmbito do conjunto de medidas para apoiar o concelho, tendo sido submetidas cerca de 120 candidaturas, sendo que, foi dado a conhecer que, no âmbito dos programas SI Inovação + SI2E, o concelho de Castelo de Paiva tem 84 projectos apoiados, num total de 12 milhões de apoio público, potenciando 363 postos de trabalho previstos e com um indicador de mais de 20 milhões/ ano em exportações.

Metade dos projectos financiados pelo programa criado para ajudar Castelo de Paiva a recuperar do grande incêndio de 2017 estão orientados para o sector do turismo, com um apoio de cerca de cerca de 1,8 milhões de euros, e de acordo com os dados anunciados em Castelo de Paiva, o Sistema de Apoio ao Empreendedorismo e Emprego, designado SI2E, vai comparticipar 15 projectos de micro, pequenas e médias empresas na área do turismo, num total de 28 aprovados para aquele concelho do norte do distrito de Aveiro.

Na apresentação dos projectos aprovados, o presidente da edilidade Gonçalo Rochaagradeceu a acção da CCDRN e a sensibilidade do seu presidente, realçando o trabalho de proximidade que foi feito, de esclarecimento e de motivação, de diálogo permanente em busca de soluções, num processo exigente, mas que infelizmente ainda não está acabado, evidenciando satisfação pelo sucesso do programa e da adesão de candidaturas que teve, ao mesmo tempo de que deixou uma palavra de gratidão pelo apoio e atenção do Governo, que neste processo evidenciou grande pragmatismo, destacando o facto de a maioria das candidaturas aprovadas estar orientadas para a área do turismo, traduzindo uma aposta forte que o concelho tem feito nos últimos anos de aproveitamento dos seus recursos endógenos, sendo que, recordou depois que estes novos projectos ajudam a espevitar o empreendedorismo das gentes de Castelo de Paiva e vão criar mais elementos de atracão turística para o concelho, ajudando a dinamizar a economia, em linha com a aposta estratégica do município.

Destacando que, “ de uma desgraça nasceu uma oportunidade, a vontade de atrair ”, o presidente da CCDRN lembrou que foi após o grande incêndio que se decidiu avançar com este sistema de apoio ao empreendedorismo, um programa de apoio específico para Castelo de Paiva, por ter sido o concelho da região norte mais atingido, que também potenciou candidaturas de outros sectores de actividade, nomeadamente negócios na área da industrial.

Freire de Sousa referiu ao conceito de serviço público, onde as pessoas são mais importantes, destacando que a adesão do tecido económico do concelho ao programa SI2E excedeu as expectativas, ao mesmo o tempo que lamentava não haver mais meios financeiros para financiar outros 29 projectos que também foram validados pela CCDR-N, aproveitando a oportunidade para exortar, relativamente aos projectos aprovados, mas que não obtiveram dotação, os seus responsáveis a concorrer a novas oportunidades que se vão abrir em breve.

O dirigente da CCDRN falou ainda na expressão de solidariedade europeia, sublinhando o resultado evolutivo do país após 5 quadros comunitários que trouxeram crescimento e modernidade a Portugal, e prometeu mais financiamento para Castelo de Paiva para os próximos tempos, traduzido em apoio a projectos relevantes que o concelho tem na agenda, realçando a dedicação, o empenhamento e persistência do autarca local no sucesso deste programa.

Na apresentação realizada em Castelo de Paiva, foram conhecidas as 28 empresas contempladas neste programa, nomeadamente a Corrente Semelhante Ldª, Meireles de Pinho & Meireles Ldª, Sublime Castle – Actividades Hoteleiras Ldª, Auto Irmãos Bateira Nunes, Dialógos ao Rubro – Centro Clinico e Tarapeutico Ldª, Narturpaiva – Gestão Ambiental Ldª, Joaquim Manuel Mendes Resende, Capaventure – equipamentos para lazer e tempos livre Ldª, João Pedro Ferros- Arquitectura e Dsign Ldª, Quinta da Costeira Ldª, Mountain Demand Ldª, Bookwise – Tourismo Service Ldª, Green Everywhere Ldª, Carlos Monteiro& Martins Ldª, A.Gaspar&Isaías Ldª, Correia& Mendes Ldª, Sensiveloásis Ldª, Noites Reais, Ldª, Paiva’smillis Ldª,  Margem Turquesa Ldª, Duarte&Sousa – Manutenção e Reparação de Veiculos, Baladas Tropicais Ldª, Maria Otilia Rocha Alves, Ldª, Giantleap Ldª, Drogaria Anilex, Cooperatipaiva- Cooperativa de Serviços e Agricultura, Lusowood Ldª e Quinta de Vilar e Almarde Ldª.

Gabinete de Imprensa e Relações Públicas

Carlos Oliveira / Assessor de Imprensa