Início » “O Grito” retratado nas Oficinas de Arte Pública de Lousada

“O Grito” retratado nas Oficinas de Arte Pública de Lousada

por admin

As Oficinas de Arte Pública prosseguem com a intervenção da turma 12º H da Escola Secundária de Lousada, do Agrupamento de Escolas de Lousada, numa estrutura da EDP entre a Rua Palmira Meireles e a Rua do Tojeiro, no centro de Lousada. 

A obra faz alusão à série de pintura “O Grito” do artista norueguês Edvard Munch, convidando a quem por lá passa a substituir a personagem da obra. 

O ateliê foi teve o apoio artístico do coletivo “RUÍDO” através dos artistas Frederico Draw e Contra (Rodrigo Alma). 

Os ateliês das Oficinas de Arte Pública decorrem, desde maio, em sala de aula para finalizarem com a execução da obra. Cada escola participante tem quatro sessões. Participam neste projeto a Escola Básica e Secundária de Nevogilde, com os alunos do 12º ano do curso de vitrinismo, orientados pelos professores Emílio Barbosa, Luís Ribeiro e Rafael Telmo Ferreira e a Escola Secundária com o 12º ano do curso de Artes, orientados pelos professores Alexandre Ribeiro e Graça Solha. 

A Escola Básica e Secundária de Nevogilde vai ter o seu trabalho na cabine de média tensão da EDP, junto à escola. 

As oficinas de arte pública, em ambas as escolas, contam o apoio do artista Frederico Draw. 

Esta atividade tem como objetivo abordar aspetos estéticos, técnicos e éticos da arte pública. Ao longo do ano letivo, um grupo de alunos do ensino secundário vai realizar workshops no espaço escola em estreita colaboração com um artista da área. Todo o trabalho realizado em sala vai culminar com a intervenção final em espaços públicos ainda a definir 

Também poderá gostar de

Escrever um comentário