Início » Felgueiras: escuteiros de Santão recolheram 500 quilos de pilhas e baterias

Felgueiras: escuteiros de Santão recolheram 500 quilos de pilhas e baterias

por Leite Beatriz
Escuteiros de Santão recolheram 500 quilos de pilhas e baterias

Fotografia da autoria do Corpo Nacional de Escutas

Esta foi a segunda edição da campanha “Escuteiros Electrão” e os escuteiros do agrupamento do Corpo Nacional de Escutas (CNE) de Santão, Felgueiras, conseguiram recolher 500 quilos de pilhas e baterias. Um esforço que garantiu um prémio de 200 euros.

Em termos nacionais, participaram na campanha escuteiros de 42 agrupamentos do CNE. No total, foram reunidos 13.435 quilos de pilhas e baterias, usadas para reciclagem. 

Este resultado representa um aumento de 15 por cento, em relação à primeira edição. Na campanha anterior, que teve o envolvimento de 60 agrupamentos, tinham sido reunidos 11.669 quilos de pilhas e baterias.

Pelo que, mesmo com menos participantes nesta nova edição, fruto das restrições decorrentes da pandemia, as quantidades recolhidas aumentaram.

No âmbito desta iniciativa foram premiados os dez agrupamentos de escuteiros que mais quantidades de resíduos recolheram, assim como a estrutura nacional do CNE. No total, o ‘Electrão’ atribuiu prémios no valor de cerca de 9.000 euros.

Este projeto, em parceria com o CNE, tem como objetivo sensibilizar e envolver os escuteiros, os voluntários, os pais e a comunidade em geral para o esforço de preservação do ambiente, através do encaminhamento adequado de pilhas e baterias usadas para reciclagem. 

O grupo de escuteiros que mais pilhas e baterias usadas reuniu foi o Agrupamento da Serafina, em Lisboa, com um total de 3.115 quilos recolhidos. Recebeu, por isso, o prémio mais elevado, no valor de 2.000 euros.

Em segundo lugar, ficou o agrupamento de N.ª S.ª do Amparo, em Portimão, no distrito de Faro. Os elementos desse agrupamento reuniram 1.630 quilos de pilhas e baterias para reciclagem e foram compensados com um valor de 1.200 euros.

Oliveira de Santa Maria, no distrito de Braga, que ficou em terceiro lugar, reuniu um total de 1.260 quilos de equipamentos recolhidos e foi premiado com 800 euros.  

Já os agrupamentos de N.ª S.ª das Neves e São Simão de Oiã, no distrito de Aveiro, e Vale S. Martinho, no distrito de Braga, receberam 400 euros pelas quantidades recolhidas.

Um incentivo de 200 euros coube ainda aos agrupamentos de Lousã e Estoril, no distrito de Lisboa.

Para além dos prémios aos agrupamentos foi igualmente entregue um prémio no valor de 2.000 euros ao CNE, que recebeu ainda 1.000 euros como contrapartida pelas quantidades totais recolhidas.

Também poderá gostar de

Escrever um comentário