Início » Classificação da Serra da Aboboreira como paisagem protegida vai a consulta pública

Classificação da Serra da Aboboreira como paisagem protegida vai a consulta pública

por Leite Beatriz
Classificação da Serra da Aboboreira como paisagem protegida vai a consulta pública

A proposta de classificação da serra da Aboboreira como Paisagem Protegida Regional vai estar disponível para consulta pública a partir de 9 de maio. O aviso foi, esta sexta-feira, publicado em Diário da República.

Na quinta-feira, a proposta foi apresentada numa sessão pública realizada no Salão Nobre dos Paços do concelho de Baião. Nessa sessão, estiveram presentes os autarcas dos concelhos de Amarante, Baião e Marco de Canaveses, bem como representantes de várias entidades responsáveis pela elaboração do projeto. Segundo a Associação de Municípios do Baixo Tâmega (AMBT), a apresentação ficou a cargo de três técnicos envolvidos nos estudos de diagnóstico e caracterização da área.

Em comunicado, a mesma associação adianta que o presidente da Câmara de Baião terá dito que a serra da Aboboreira é um elemento agregador entre os três concelhos e que lhes compete, pois, “a sua valorização ambiental, cultural, paisagística e económica”. “Os três municípios estão imbuídos nesta consciência coletiva de preservação ambiental e a AMBT tem sido um elemento unificador nesse sentido”, terá acrescentado Paulo Pereira.

A serra da Aboboreira, partilhada por Amarante, Baião e Marco de Canaveses, apresenta, no entender destes três municípios, condições “excecionais” que justificam a criação de uma Paisagem Protegida Regional. “Esta auscultação (…) foi muito importante e todos devemos olhar com atenção para os documentos e procurarmos dar o nosso contributo aquando do período de discussão pública”, reforçou Cristina Vieira, presidente da Câmara do Marco e do Conselho Diretivo da AMBT, citada em comunicado.

Dito isto, a AMBT informa que, durante os 30 dias úteis (que terão início no décimo dia útil após publicação do aviso, neste caso, a partir do dia 9 de maio), os interessados podem apresentar observações e sugestões sobre questões que possam ser consideradas no âmbito do respetivo processo de classificação.

Também poderá gostar de

Escrever um comentário