Início » Lousada volta a garantir ‘alimentação’ das abelhas ao não cortar a relva

Lousada volta a garantir ‘alimentação’ das abelhas ao não cortar a relva

por Leite Beatriz
Lousada volta a garantir ‘alimentação’ das abelhas ao não cortar a relva

Não é propriamente uma novidade para os munícipes. No último ano, foi feita a mesma coisa – os relvados e canteiros deixaram de ser cortados. O propósito é muito simples: “garantir habitat de alimentação para os polinizadores e outros animais”, informa, uma vez mais, o município de Lousada.

A autarquia acrescenta ainda que terá “espaços vivos” distribuídos pelo concelho, “geridos mensalmente ou a cada três ou seis meses, para garantir a proteção da biodiversidade”. Na perspetiva do município, é “crucial” desenvolver este tipo de estratégias, de forma a “salvaguardar este património natural e funcional, de elevada relevância para o bem-estar económico e social”.

“Os polinizadores silvestres, em especial os insetos, fornecem benefícios consistentes à escala global e afetam diretamente a população de 75% das principais culturas agrícolas”, conclui o município.

Também poderá gostar de

Escrever um comentário