Início » Cinfães quer tornar-se um destino para nómadas digitais

Cinfães quer tornar-se um destino para nómadas digitais

por Leite Beatriz
Cinfães quer tornar-se um destino para nómadas digitais

A Câmara Municipal de Cinfães quer integrar a primeira vaga de nomadismo digital do país, sendo que o primeiro passo está dado, anunciou esta semana a autarquia.

De acordo com a mesma fonte, numa nota tornada pública no portal da Câmara, o município acolheu, no passado dia 14, um workshop dedicado, precisamente, ao nomadismo digital, que retrata um estilo de vida em que a pessoa aproveita a tecnologia para realizar as suas atividades profissionais de forma remota.

O encontro teve o apoio da Digital Nomad Association Portugal, entidade responsável pelo desenvolvimento deste novo modelo de trabalho no país, que escolheu Cinfães porque o território não só tem “boas condições de acesso à Internet” como também oferece a oportunidade de os trabalhadores desfrutarem “de um estilo de vida mais tranquilo”, pode ainda ler-se na nota.

Encontro do dia 14 em Cinfães (Créditos: C. M. Cinfães)

Em concreto, a Digital Nomad Association Portugal apresentou “soluções práticas e algumas sugestões para que o território cinfanense possa vir a acolher profissionais de todo o mundo, das mais diversas áreas, constituindo-se como um cluster nesta área do nomadismo digital”, explicou.

Imagem de destaque é meramente ilustrativa e com licença gratuita de uso

Também poderá gostar de

Escrever um comentário