Home Música 4ª edição do “Park Festival” no “Parque Urbano de Paços de Ferreira é já no dia 22 e 23 de junho
4ª edição do “Park Festival” no “Parque Urbano de Paços de Ferreira é já no dia 22 e 23 de junho
0

4ª edição do “Park Festival” no “Parque Urbano de Paços de Ferreira é já no dia 22 e 23 de junho

0
0

Nos dias 22 e 23 de Junho de 2018 realiza-se a 4ª edição do “Park Festival” no “Parque Urbano de Paços de Ferreira organizada pela “ComPaços – Associação de Preservação e Dinamização Musical de Paços de Ferreira”. Um evento de entrada livre que, para além das atuações musicais contará também com workshops e outras iniciativas de cariz cultural, tendo esta edição uma forte componente de sensibilização ambiental.

O alinhamento do “Park Festival” será composto pelos seguintes projetos musicais do panorama musical do “Entre Douro e Minho”:

Best Youth
Esta banda de renome internacional partilhará o palco com os novos talentos e contribuirá positivamente para a sua experiencia. Pela primeira vez em Paços de Ferreira, este coletivo apresenta-se com um novo álbum na bagagem tendo em 2017 passado pelo festival internacional Eurosonic, em Groningen, na Holanda, onde foram considerados um dos 10 concertos a ver pelos 34 media partners do festival. Destacam-se ainda os concertos em Lisboa, num Lux esgotado – onde estrearam ao vivo o single “Renaissance”, apoiado pela Antena 3 e pela Dsection Mag -, Festival Confluências, Festival Meda+, Festival Sol da Caparica, entre outros. Em 2016, agitaram as grandes salas de norte a sul do país e festivais como Rock Nordeste, Bons Sons, Festival F e Paredes de Coura, onde foram uma das principais atrações do primeiro dia. Em março de 2015, data de lançamento do aguardado primeiro álbum, “Highway Moon”, que foi acolhido calorosamente, tanto pela crítica como pelo público, terminaram o ano no topo das listas de melhores discos da maioria dos meios nacionais (Blitz, Antena 3, Autores Fora D’Horas…).

Heavy Cross of Flowers (https://www.facebook.com/HCrossF/)
Originários de Paços de Ferreira, este projeto nascido em 2016, cria uma mescla sonora entre o Stoner Rock, o Metal, Sludge, Doom e Punk.

The White Knights (https://www.facebook.com/pg/twknights/)
Vindos da cidade de Braga, os “The White Knights” trazem o novo álbum “Find Muck” na bagagem. Adolfo Luxúria Canibal, grande figura da música nacional, teve o seguinte a dizer sobre este projeto: “…The White Knights editaram um primeiro EP homónimo nos finais de 2015, praticante de um garage rock muito influenciado pelo rock clássico americano, com os seus riffs bélicos e crescendos épicos, que tem na performance do vocalista um digno representante da linhagem dos grandes performers rock.”

The Lemon Lovers
Oriundos do Porto, este projeto de “rock alternativo” teve início em 2013 e conta já com dois álbuns na sua discografia: “Loud, Sexy and Rude” (2015) e “Watching the dancers” (2016).

À semelhança das edições anteriores o conceito único no país do “Park Festival” passa pela aposta em talentos emergentes de Paços de Ferreira e da região do Douro e Minho, projetos com qualidade e originalidade, que se começam a afirmar no panorama musical português. Exemplo desses talentos musicais que integraram o cartaz do “Park Festival” são os “We Bless This Mess” que actuaram na edição de 2015, e que recentemente marcaram presença no prestigiado festival “EuroSonic” em Gronigen, Holanda, incluídos na comitiva portuguesa da “Antena 3” e no “South by Southwest” em Austin, Estados Unidos da América, incrível montra da música mundial. Igualmente, os “Grandfathers House”, banda de Braga, que após a participação no “Park Festival” 2016, estiveram no mítico festival húngaro “Sziget”. Casos de sucesso que refletem o nosso slogan:
“Apanha aqui as bandas emergentes, antes que deem o salto”.

Espaço “Primeiros Paços”
Espaço dedicado à apresentação de novas bandas pacenses, proporcionando um primeiro contacto com grandes palcos. Este ano a banda presente serão os “Rooftop Residents” (https://www.facebook.com/rooftopresidents/) que se iniciam do mundo do “Rock”.

Workshops dedicados à sensibilização ambiental
A Pegada Ambiental Prevenção Ambiental Contra os Incêndios (Associação Mãos à Obra – Portugal) Oficina de Percussão Reciclada