Home Sociedade COVID-19: Atendimento aos munícipes de Lousada sempre assegurado
COVID-19: Atendimento aos munícipes de Lousada sempre assegurado
0

COVID-19: Atendimento aos munícipes de Lousada sempre assegurado

0
0

Ficar em Casa” é um dos lemas do combate à pandemia da Covid-19, sendo exatamente esse o pedido que é feito à população de Lousada.

Desta forma, estão a ser tomadas medidas, desde o início desta situação, para que os munícipes possam ter os seus assuntos resolvidos com as mínimas deslocações possíveis à Câmara.

Exemplo das medidas tomadas para um atendimento mais seguro para munícipes e funcionários, a autarquia implementou medidas adicionais de proteção, para além das mencionadas no plano de contingência, nomeadamente com a colocação de vidros, e redução dos lugares sentados da sala de espera, criando um espaçamento de segurança entre cada cadeira. No acesso ao Atendimento estão colocados dispositivos para higienização das mãos, e mensagens que apelam ao cumprimento da etiqueta respiratória e distanciamento social.

Para evitar deslocações desnecessárias aos espaços físicos de atendimento da autarquia, o atendimento com fim meramente informativo é prestado exclusivamente por via telefónica e online, através de atendimento@cm-lousada.pt ou do telefone 255820586.

O atendimento presencial ao público com fins não informativos é efetuado através de pré-agendamento, ficando, em regra, limitado aos serviços que não podem ser prestados por via eletrónica e aos atos qualificados como urgentes. O agendamento é também válido para quando exista a necessidade de obter documentos emitidos pela Câmara Municipal. O envio de comprovativos de transferência bancária para efeitos de obtenção de documentos que necessitem de pagamento de taxas deve, igualmente, ser remetido via e mail para atendimento@cm-lousada.pt

Esta é uma medida que pretende restringir ainda mais o acesso pessoal aos serviços municipais, por tempo indeterminado, garantindo apenas serviços mínimos e urgentes e serviços essenciais, de onde se destacam o apoio social, questões relacionadas com água, saneamento, recolha resíduo e piquete de obras.

De acordo com o Presidente da Câmara, Dr. Pedro Machado, “é imperioso que a Câmara Municipal esteja a tomar as medidas adequadas para não perder a sua operacionalidade em caso de contágio de alguns dos seus funcionários”.

Nesse sentido, grande parte dos colaboradores estão nas suas residências, para salvaguardar o funcionamento da Câmara a curto e médio prazo, nomeadamente através da rotatividade.

O Dr. Pedro Machado destaca ainda que “os serviços municipais continuam a funcionar, através do recurso ao teletrabalho, graças ao facto de existirem quase todos os procedimentos desmaterializados, o que permite a esses funcionários terem acesso ao sistema informático e desenvolver o trabalho a partir das suas residências, sempre que assim seja possível”.

tags: